Sentia-me apavorado com a sensação de cãibras musculares.

Sentia a toda a hora, o que me deixava sem vontade de sair e sem vontade de fazer qualquer tipo de esforço físico. 

Era ainda mais assustador quando acontecia à noite enquanto dormia, mas felizmente só acontecia de vez em quando.

A pior parte de todas é não saber quanto tempo as cãibras vão durar, só podemos esperar que o corpo se desprenda. 

Para mim, era muito complicado dormir, ou até mesmo sentar-me, quando tinha esses espasmos dolorosos nos músculos, normalmente no tendão da coxa e quadríceps. 

O sentimento é de ansiedade, ao saber que a qualquer momento podia ter outra cãibra muscular, o que faz uma pessoa ficar acordada toda a noite.

Felizmente há algumas mudanças simples que pode fazer para se livrar de dores musculares, cãibras e pernas inquietas.

Comece a sentir as pernas mais leves e com mais energia, e sofra menos com contraturas nas costas.

Estes são os 3 conselhos que o meu médico me deixou…

Mas primeiro, deixe-me dizer-lhe:

Que fatores causam as Cãibras Musculares?

As causas das cãibras musculares são múltiplas. Elas variam de leves a graves, sendo o mais simples um desequilíbrio eletrolítico. 

Os principais tipos são:

  • Os relacionados com os nervos
  • Os relacionados com o sistema vascular
  • Os relacionados com o sistema endócrino 
  • E os transtornos que se produzem com o envelhecimento. 

As anomalías circulatórias em que o fluxo sanguíneo é insuficiente ou se acumulam em certas áreas podem causar cãibras.

Os medicamentos antagonistas do cálcio também podem causar espasmos musculares que podem ser dolorosos, embora geralmente não duram o suficiente para exigir um tratamento com o antagonista do cálcio.

Os transtornos causados pela diabetes: 

É o transtorno neurológico mais comum devido à alteração das transmissões do sistema nervoso central que conduz à falta de sono

e reduz a capacidade de resposta a nível consciente, o que dará lugar ao sonambulismo ou à síndrome de pernas inquietas.  

Como se toma o magnésio para as cãibras?

Esta é a resposta mais rápida: 33 gramas de dicitrato de trimagnésio com pelo menos  240 ml de água (1 copo)

Quando a minha mãe era jovem, ela tomava magnésio para as cãibras. Ela disse que havia duas formas de tomar: misturar com água, ou dissolver num copo de leite quente (não recomendo dissolver outras substâncias no leite dessa forma).

Porém, hoje temos soluções mais simples de tomar, como as ampolas de magnésio Lister Mais que, além de agradáveis, têm um sabor delicioso.

Esta é a melhor maneira de uma mulher com 50 anos ingerir magnésio para as cãibras.

Se quer saber mais detalhes técnicos das nossas pesquisas, abra o ficheiro, se prefere não morrer de aborrecimento continue a ler…

Métodos: 

Pesquisa online com “Como se toma os comprimidos de magnésio para as cãibras?”, “O leite dissolve o magnésio?” e outras pesquisas semelhantes.  Além disso, foram realizadas pesquisas no Google Scholar e PubMed com palavras-chave como magnésio, espasmos musculares, suplementos, etc. Os critérios de inclusão foram artigos em inglês relacionados com a administração de magnésio para as cãibras musculares e menstruais entre 2000 e 2011 que incluíram resultados de investigação originais de ensaios controlados, relatos de casos/séries de casos/estudos de baixa qualidade (como um projeto de um único sujeito), experiências clínicas de pacientes tratados com administração oral de formas de liberação sustentada de solução de cloreto de magnésio ou óxido de magnésio e a farmacodinâmica do cloreto de magnésio.

Resultados:

Os resultados preliminares sugerem que a ingestão de uma dose de 33 gramas de cloreto de magnésio com pelo menos 8 onças de água (medida de volume) foi o método mais eficaz para o alívio de espasmos musculares, cãibras e contrações. O sulfato de magnésio não se absorve nos intestinos como um íon livre, o que limita os seus efeitos nos músculos e nervos. Parece exercer os seus benefícios interagindo com a calmodulina ou com os receptores muscarínicos no seu estado activo, evitando a despolarização necessária para a entrada de cálcio nas células estimuladas pela acetilcolina.  Conclusão: Isso seria benéfico porque é mais barato do que o óxido de magnésio oral ou as formas de liberação sustentada.

A Quantidade Diária Recomendada para perder de vista as cãibras está entre 400-800 mg. O óxido de magnésio contém aproximadamente 163% desta proporção.

Por via oral, o cloreto de magnésio é preferível a outras formas de consumo, porque pode ser absorvido diretamente nas células por difusão, que é necessária para o tratamento de espasmos musculares.

O sulfato de magnésio tem um efeito nos músculos e nervos ao interagir com a calmodulina ou com os receptores muscarínicos no seu estado ativo, evitando a despolarização necessária para a entrada do cálcio nas células estimulada pela acetilcolina. 

Qual é a dose de Magnésio apropriada para acabar com as cãibras?

Para os adultos saudáveis, a Sociedade Alemã de Nutrição recomenda uma ingestão diária de magnésio de entre 300 a 400 mg dependendo da idade e do sexo

Isto também acontece se não tiver magnésio suficiente.

Se não houver magnésio suficiente na dieta para manter os ossos fortes, o cálcio pode ser negligenciado e causar cãibras dolorosas em pessoas desnutridas

ou que faltem outros minerais como o ferro, que ajuda a sintetizar as proteínas necessárias para as contrações musculares.

O que é melhor para as cãibras? Potássio ou magnésio?

Se está cansado de ter cãibras nas pernas, provavelmente está a perguntar se tomar suplementos de magnésio ou potássio pode ajudá-lo.

Algumas pesquisas sugeriram que tomar doses mais altas dos dois nutrientes juntos pode melhorar a função muscular durante o exercício, diz o Dr. Robert Rountree, cirurgião ortopédico do Mercy Medical Center, em Baltimore.

Enquanto o potássio atua na transmissão nervosa que causa a contração, o magnésio parece funcionar mais como um antagonista do potássio, acalmando a irritação causada pelos espasmos musculares.

Se está à procura de um tratamento de venda livre para cãibras musculares (que geralmente são causadas por distúrbios eletrolíticos), o magnésio seria a sua melhor opção.

Cãibras são contrações musculares esqueléticas súbitas e poderosas que alongam ou encurtam demais os músculos, geralmente causa dor extrema devido ao movimento rápido dos ossos uns contra os outros.

Remédio antes que isso aconteça…

No caso de pessoas com cãibras realmente prolongadas, isso pode causar ferimentos de longa duração, levando a fraturas em algumas articulações onde os ligamentos não podem suportar a nova amplitude de movimento. 

Um dos principais gatilhos para contrações musculares prolongadas é a diminuição dos níveis de potássio.

Há muito que se sabe que o potássio afeta a transmissão nervosa nos músculos, fazendo com que se contraiam. 

No entanto, o magnésio parece funcionar mais como um antagonista, acalmando a irritação causada pelos espasmos musculares e prevenindo a ocorrência de cãibras.

Se procura um tratamento simples e sem prescrição médica para cãibras musculares (que geralmente são causadas por distúrbios eletrolíticos), o magnésio seria a sua melhor opção.

Pode adquirir o Magnésio Lister Mais de alta qualidade no nosso site a qualquer hora do dia.

Quer saber como o magnésio ajuda os músculos?

Se os níveis de magnésio no corpo caírem abaixo de um certo nível, os músculos podem começar a ter espasmos. Dores musculares e cãibras são sintomas comuns de deficiência de magnésio.

Este mineral ajuda os músculos a relaxarem.

Se tem uma tensão no músculo, o cérebro envia um sinal a esse músculo a dizer-lhe o que fazer.

O magnésio é capaz de ajudar esse sinal a passar mais facilmente e ativa um receptor no músculo que diz ao músculo o que fazer quando recebe instruções do cérebro.

Quanto mais magnésio houver nas células, mais fácil será para esses sinais cerebrais passarem e ativarem esse receptor, por essa razão, pode seguir as instruções deles para começar a relaxar ou contrair ou qualquer outra coisa que esses receptores digam aos nossos músculos como fazer.

O magnésio é um dos muitos nutrientes essenciais para o funcionamento adequado dos músculos.

Este mineral estimula a síntese de proteínas, o que fornece ossos e músculos mais fortes e ajuda a regular os níveis de cálcio no sangue.

O magnésio está envolvido em mais de 300 reações químicas no corpo e serve como alicerce para a produção do ADN; também mantém a condução nervosa normal; contração muscular, incluindo o coração; produção de energia e formação óssea.

Se quer ter músculos maiores e não sabe como…

Muitas pessoas têm dificuldade em ganhar massa muscular, apesar dos esforços no ginásio.

O magnésio ajuda a construir o músculo!

Isso porque estimula a biossíntese de proteínas, processo que permite o crescimento muscular.

Sem esse mineral, o seu corpo não pode produzir proteína suficiente para construir novos tecidos e reparar células danificadas após os treinos.

Se tem deficiência de magnésio, o seu corpo usará mais aminoácidos da sua corrente sanguínea para produzir proteínas para outros fins que não a construção muscular,

portanto, não será capaz de crescer tanto quanto quando os seus níveis estão ótimos.

Já alguma vez tomou um suplemento de magnésio? E ajudou a aliviar a dor ou a rigidez após o treino?

Qual o melhor magnésio para os músculos?

Segundo Jonathan Prousky, o melhor magnésio para a saúde muscular é o dicitrato de trimagnésio

Também é bastante popular pelos muitos benefícios para a saúde. A dose recomendada de dicitrato de trimagnésio começa com 100 mg por dia e pode aumentar até 900 mg por dia.

Jonathan Prousky é o atual Chief Naturopathic Medical Officer do Canadian College of Naturopathic Medicine (Toronto, ON), e está empregado na faculdade desde 2000.

Jonathan Prousky é o atual Chief Naturopathic Medical Officer do Canadian College of Naturopathic Medicine (Toronto, ON), e está empregado na faculdade desde 2000.

Quando se toma com alimentos, o organismo só absorve entre os 20 e os 30% da dose ingerida por via oral.

Esta é a melhor hora para tomar magnésio.

Portanto, é melhor tomar antes de dormir ou antes de treinar, porque se tomar com o estômago vazio não irá atingir toda a circulação. 

A biodisponibilidade é difícil de medir devido ao seu alto nível de absorção pelas paredes do intestino e eliminação nas fezes; no entanto, alguns estudos mostraram que as taxas de absorção são mais altas do que se acreditava anteriormente.

O dicitrato de trimagnésio é a forma de magnésio mais absorvida.

O dicitrato de trimagnésio é razoavelmente barato, então, se as cãibras musculares forem um problema, pode tentar tomá-lo antes de dormir todas as noites durante um ou dois meses a ver se ajuda. Pode também tomar uma ampola de Magnésio Lister Mais a qualquer hora.

Existem alguns profissionais holísticos que acreditam que a síndrome da fadiga crônica (às vezes também chamada de encefalomielite miálgica) é em grande parte ou exclusivamente devido à deficiência de magnésio.

“A insuficiência de magnésio é uma epidemia nos nossos dias”.

Na minha opinião, não há nada melhor para os músculos que o dicitrato de trimagnésio combinado com gluconato de magnésio.

 Sugiro que prove algumas opções diferentes para ver qual a que funciona melhor para as suas necessidades particulares. 

O magnésio é um dos antioxidantes mais potentes da natureza

Descobri que pessoas com dores musculares têm tido sucesso com a ingestão de até 800 mg na hora de dormir devido aos benefícios comprovados que os eletrólitos têm na qualidade do sono, o que afeta os seus níveis de energia durante o dia.

Que medicamento é bom para as cãibras nas pernas?

Ao escolher um medicamento para cãibras nas pernas, é importante compreender a sua finalidade, assim como os efeitos colaterais.

Antiespasmódicos

O tipo mais comum de medicamento para cãibras nas pernas é um antiespasmódico que relaxa os músculos e alivia a dor dos espasmos musculares.

Pode também reduzir ou eliminar o surgimento de cãibras durante a noite.

Anti-inflamatórios

Os anti-inflamatórios podem ser prescritos para atuar nos processos inflamatórios e nociceptivos a fim de reduzir a inflamação e aliviar os sub-produtos associados, como a dor, a rigidez e o inchaço causados pelo uso prolongado. 

Analgésicos

Os analgésicos narcóticos ajudarão a aliviar qualquer dor severa experimentada fora do reino das condições músculo-esqueléticas, como tumores cancerígenos ou condições crônicas, como reumatismo.

Quinina

Um dos medicamentos mais comuns para as cãibras nas pernas é a quinina.

A quinina atua impedindo as contrações do músculoe é prescrita em doses baixas quando uma pessoa apresenta cãibras noturnas entre 4 e 10 horas após o início do sono. 

Pode ser tomada em doses mais altas, se necessário (embora esta orientação não se aplique a cãibras noturnas nas pernas) para fornecer alívio quando ocorrerem condições perigosas, como claudicação ou gangrena húmida.

Notavelmente, a quinina é bem tolerada e não apresenta efeitos colaterais graves em doses terapêuticas, mas o seu uso ainda deve ser monitorado, porque podem ocorrer efeitos menores como zumbidos nos ouvidos ou visão turva com esse medicamento.

Pode-se considerar o uso de  diltiazem, carisoprodol ,gabapentina, orfenadrina, verapamil e complexo de vitamina B12

Devido a esses efeitos colaterais, recomendo tomar magnésio e evitar medicamentos, a menos que um médico diga o contrário.

Qual é o melhor tratamento para esses espasmos dolorosos?

Alongamentos

São uma ótima maneira de reduzir a dor muscular e aumentar a flexibilidade.

Pode ser feito antes ou depois de qualquer atividade que tenha causado cãibras, especialmente se voltou de uma dessas condições sem tratamento!

Ao fazê-lo, ajudará a interromper o suprimento de sangue aplicando uma leve pressão na área afetada enquanto alonga ao longo do tempo com uma leve pressão até que o resultado desejado seja alcançado.

É bom que algumas pessoas considerem a sua rotina de massagens matinais.

O calor

É uma ótima maneira de aliviar dores e sofrimentos. 

Uma imersão quente fornecerá uma imersão medicinal perfeita que tem sido usada por gerações. mas também há outras formas!

Se a almofada de aquecimento não fizer nada por si, tente adicionar sais de Epsom de magnésio e água quente a um pano.  melhor ainda, aplique um pouco diretamente nos músculos se sentir cãibras (especialmente de se sentar à mesa).

O calor seco também pode ajudar; apenas certifique-se que não está a usá-lo a um nível mais alto do que mais baixo, porque pode escaldar e pode ser doloroso.

A hidratação

Li uma vez que a hidratação é outra maneira de parar cãibras nas pernas.

A teoria diz que se tiver bastante água ou bebidas desportivas com eletrólitos no seu sistema quando ocorrem cãibras, pode aliviar a sua dor.

Não tenho a certeza sobre todos esses métodos, mas parece que vale a pena tentar porque tem outros benefícios…

As cãibras podem ser difíceis de tratar, mas existem maneiras de torná-las menos dolorosas.

Uma maneira de tentar seria caminhar e esticar as pernas para que o músculo relaxe por conta própria, porque ao longo do nosso dia no trabalho ou na escola, os músculos contraem-se repetidamente sem darmos conta.

Se isso não funcionar, experimente receber massagens de profissionais que saberão como se adaptar melhor às suas necessidades ao dar alívio através de várias técnicas, como a massagem sueca, o que muitas vezes ajuda as pessoas a livrarem-se do desconforto causado pelos espasmos.

O meu conselho é tentar combinar essas técnicas ao mesmo tempo que toma dicitrato de trimagnésio.

Conhece mais truques para aliviar cãibras? Deixe o seu comentário.

3 outras formas que também podem ajudar

Vitamina D

A falta de Vitamina D pode ser a principal causa de dores musculares crónicas.

Os sintomas costumam ser acompanhados por uma diminuição de cálcio, causando ossos quebradiços e fraturas mais tarde na sua vida.

Uma maneira de repor a falta é por meio de alimentos como ovos ou peixes.

No entanto, o sol é o principal fornecedor de Vitamina D.

Eu recomendaria tomar suplementos porque as nossas necessidades nem sempre podem ser preenchidas quando recebemos apenas luz solar.

Esta é a Vitamina D que tomo. Existem diversas marcas, mas esta é a minha favorita.

Camomila

A camomila é uma erva usada há séculos para tratar várias doenças.

Contém 36 flavonóides, que possuem propriedades anti-inflamatórias e podem ser aplicadas na forma de óleo ou chá nos músculos afetados pelos espasmos.

Tomar uma infusão de camomila não alivia apenas a dor, mas também acalma os nervos, facilitando o relaxamento  que também acalma os nervos, facilitando o relaxamento dos músculos doridos após o exercício.

Pimenta Cayenne

A capsaicina é um relaxante muscular natural encontrado na pimenta cayenne, que ajuda quem sofre de fibromialgia e artrite reumatóide.

Muitas vezes é recomendado para pessoas com esta doença porque alivia os espasmos por todo o corpo.e também proporciona alívio de dor causada por essas condições e outras doenças como:

  • Diabetes tipo I
  • Sintomas relacionados à esclerose múltipla
  • Tremores
  • Neuropatia que afeta os nervos

A enxaqueca é um possível efeito colateral quando esta droga interage negativamente com o sistema de uma pessoa, levando-a a usar Pimeta Cayenne com cautela.

Às vezes sofremos dores desnecessárias por anos. Sem saber que existem soluções simples e acessíveis que podem tornar a vida mais agradável.

Não se contente quando um médico lhe disser que são coisas da idade e tome uma atitude a respeito.

O magnésio é um mineral essencial que desempenha uma série de funções no corpo humano.

No entanto,  muitas pessoas têm deficiência de magnésio ou não obtêm o suficiente através da sua dieta.

Isso pode levar a vários problemas de saúde, como dores musculares e cãibras.

É fácil sofrer de deficiência de magnésio porque pode ser perdido através de suor durante o exercício ou excretando, ou se tomar certos medicamentos. 

Níveis inadequados desse nutriente essencial podem causar cãibras musculares, síndrome das pernas inquietas, dores de cabeça e fadiga.

Se sofre de dores musculares ou cãibras está na hora de começar a tomar suplementos de magnésio!

Existem várias maneiras de obter níveis adequados deste nutrientes, mas a forma mais eficaz é tomando suplementos dietéticos, como Magnésio em ampolas Lister Mais que também é reforçado com harpago, potássio e vitamina c.

Um suplemento completo para aliviar dores e cãibras musculares.

Pode encontrar muitos suplementos disponíveis na Amazon, mas certifique-se de que contêm dicitrato de magnésio de gluconato de magnésio, caso contrário, não obterá nenhum benefício com eles.

Evidência científica

  1. Singh RB, Das RR. Role of Calcium on Development and Treatment of Myasthenic Crisis. Neurol India. 2013;61(4):321-3. doi:10.4103/0028-3886.117450. Extraído de http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3789408/?report=abstract 2. “How do you take magnesium tablets for muscle cramps”
  2. POLESZAK Ewa. Modulation of antidepressant-like activity of magnesium by serotonergic system. Journal of Neural Transmission. 114. 9; 1129-1134, 2007
  3. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/12011773/
nv-author-image

David Torres

Sou especialista em Nutrição com mais de 10 anos de experiência, e sou apaixonada pelo mundo da nutrição e pelas possibilidades terapêuticas dos alimentos que consumimos.